notícias do leilão

1 de dezembro, 2020

O QUE ESPERAR DA NOVA SAFRA DE BEZERROS NELORE GRENDENE

O QUE ESPERAR DA NOVA SAFRA DE BEZERROS NELORE GRENDENE
A Nelore Grendene, uma das responsáveis pela indústria da carne no Brasil, realizou durante o mês de novembro o registro dos animais nascidos na safra 2020/21, em mais uma etapa de seu programa de seleção.
   Mais de 1.500 bezerros (as) nascidos de vacas, primíparas e precoces receberam o Registro Genealógico de Nascimento da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu – ABCZ, responsável pela emissão do certificado há mais de sete décadas no país.
   Durante o trabalho de registro de nascimento, além das avaliações de padrão racial e auditoria de tatuagem, também é observado se todas as características produtivas estão dentro do padrão determinado para a raça Nelore. Nessa ocasião, é avaliado o que cada um dos touros pais, utilizados na estação de reprodução que origina a safra, passou às suas progênies.
   O biotipo Nelore produzido na Grendene apresenta a cada safra avaliada, mais qualidade e consistência em suas características produtivas, funcionais e raciais. Uma união de caracterização racial e econômica, segundo a avaliação do técnico de registro da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu – ABCZ, Fabio Eduardo Ferreira.
   “Nesse momento do RGN a gente tem a condição de avaliar a produção dos touros de inseminação, de repasse e dos próprios crioulos Nelore Grendene que estão hoje nas centrais de inseminação. Dentre todas as avaliações, pude observar que a produção dos touros está com muita qualidade. Animais de frame médio com muita profundidade de costela, musculosidade e muita raça. Aquele biotipo que todos já conhecem vem se confirmando e se tornando cada vez mais consistente dentro do rebanho”, avalia o técnico da ABCZ, acrescentando que outra grata surpresa foi observar que dentro dos lotes dos bezerros nascidos das novilhas primíparas e precoces, os animais  apresentaram padrão superior.
“Os bezerros das fêmeas mais velhas já são de ótima qualidade, mas a bezerrada das primíparas e precoces é ainda mais superior. Isso nos mostra que a geração mais jovem de fêmeas tem produzido muito melhor. Essa avaliação atesta que todo o trabalho de melhoramento genético realizado pela Nelore Grendene é muito bem embasado, visto os excelentes resultados alcançados”, concluiu.
   Animais avaliados geneticamente com registro genealógico são fundamentais para o aprimoramento da pecuária nacional, pois influencia no desempenho de todo o plantel. Para preservar a qualidade dos registros genealógicos, evitar equívocos nas comunicações e prejuízos ao produtor, a ABCZ orienta os produtores e acompanha a evolução do rebanho de seus associados.
 
Da redação
voltar

1000 TOUROS Nelore Grendene. Todos os direitos reservados, 2021.

Clickweb Agência Digital